Banner

Saudação

Sejam Bem-Vindos! Hoje é

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Sony anuncia Morpheus: óculos de realidade virtual para PS4



Ainda não tem data definida para chegar às mãos - ou melhor às faces - dos gamers mundo afora, mas apenas o anúncio do Morpheus já provocou certo burburinho na internet nesta terça-feira. A Sony anunciou o projeto durante o Game Developers Conference, encontro realizado em São Francisco, na Califórnia. Shuhei Yoshida, executivo da empresa encarregado do anúncio afirmou que a "realidade virtual é a próxima inovação do Playstation 4". Porém, o mesmo executivo não pôde dar uma data para a chegada do novo acessório ao mercado. O preço também não foi revelado.

Por enquanto, o protótipo será experimentado apenas por alguns desenvolvedores e por participantes do encontro. O projeto do Morpheus começou a ganhar forma dentro da Sony em 2010. O atual protótipo incorpora tecnologias que estão presentes em outros acessórios do Playstation, como o Move, tipo de controlador sensível a movimentos que já está disponível há alguns anos. Ainda não há jogos desenvolvidos especificamente para o novo acessório, mas alguns títulos, como uma versão da série "God of War" teria sido adaptada para lançar mão dos recursos do novo óculos.

Do ponto de vista das especificações, o protótipo da Sony não chega a ser surpreendente: o Morpheus apresenta uma tela de LCD de 5 polegadas, capaz de reproduzir imagens em Full HD (1920 x 1080). O dispositivo conta com recursos já bastante comuns em smartphones, como um giroscópio e um acelerômetro. O ângulo de visão alcança 90 graus e a interface oferece entrada HDMI e USB. Já o áudio lança mão de um recurso surround, batizado de áudio 3D.

Os óculos de realidade virtual tendem a se tornar mais comuns. Até agora, um dos projetos melhor sucedidos é o do Rift.


FONTE: http://olhardigital.uol.com.br/

Rumor do dia: Samsung poderá lançar um Gear que se conecta a redes móveis

A Samsung pode estar desenvolvendo uma versão do smartwatch Gear 2 que não precisa de smartphone para funcionar. Segundo o Korea Herald, a empresa está trabalhando em um modelo capaz de providenciar sua própria conexão de dados.

Caso se torne realidade, essa será a terceira versão do smartwatch da Samsung e contará com slot para chip de celular (tipo USIM), que providenciará a conexão às redes móveis. Com isso, o Gear vira uma espécie de smartphone de pulso, podendo até fazer chamadas de voz. Como tem uma câmera, videochamadas também são uma possibilidade, além das notificações tradicionais do celular e funcionalidades voltadas para atividades físicas.
Samsung Gear 2 e Gear 2 Neo
Fontes do CNET confirmaram que, de fato, a Samsung está trabalhando há algum tempo em um Gear autônomo. Mas, segundo a matéria do Korea Herald, ele não deve chegar tão cedo para nós: as negociações do gadget têm sido feitas com a SK Telecom, operadora coreana, e não há previsão de lançamento nem por lá. No entanto, não é descartada a possibilidade de lançamento mundial.
A nova versão do Galaxy Gear, chamada Gear 2 (sem Galaxy no nome), foi apresentada na CES deste ano. Ela roda o sistema operacional Tizen, tem tela SuperAMOLED de 1,63 polegadas com 320×320 pixels e processador dual-core de 1 GHz.
Falando em smartwatches com conexão a redes móveis, a brasileira Locke revelou no ano passado seu smartwatch com slot para Micro-SIM. Antes disso, em 2009, a LG já havia criado o Watch Phone, que se conectava a redes 3G para fazer chamadas de voz e vídeo e rodar aplicativos embarcados.

A Samsung não quis comentar o rumor.

Vírus no Facebook atrai com falso resgate do avião da Malaysia Airlines

Malaysian Airlines

Você abre seu Facebook e está lá: um link indica que o voo MH370 da Malaysia Airlines foi encontrado. Todos os seus tripulantes e passageiros foram resgatados com vida. Essa é, sem dúvidas, a notícia que o mundo mais espera ouvir nos últimos 10 dias, porém, ela infelizmente é falsa.
O vírus que circula no Facebook engana o usuário ao prometer informações exclusivas sobre o acidente, porém, os mais atentos já devem perceber logo de cara que tudo não passa de um código malicioso, feito com o objetivo de roubar informações e propagar ainda mais o golpe. Em alguns casos, os links indicam falsamente o endereço de sites de notícias como fonte, o que dificulta a identificação do vírus.
Ao clicar no link, o usuário é redirecionado a uma página que promete imagens exclusivas do avião. O link ainda complementa a mentira, dizendo que a aeronave foi encontrada no Triângulo das Bermudas. A área, também conhecida como Triângulo do Diabo, fica entre as Bermudas, Porto Rico e Fort Lauderdale, no estado norte-americano da Flórida, e ficou famosa entre as décadas de 40 e 90 pelos constantes sumiços de embarcações e aeronaves. No último século, foi registrado ali o sumiço de mais de 50 navios e 20 aviões, o que faz com que a falsa notícia chame ainda mais a atenção.
virus facebook
Vírus se camufla como link de sites confiáveis (Imagem: The Independent)
Após ganhar o clique do usuário, o código malicioso solicita acesso ao Facebook, o que possibilita a publicação de conteúdo sem o conhecimento do dono da conta – incluindo o próprio link malicioso. Depois de espalhar este link sem querer pela rede, o usuário recebe, automaticamente, a instalação de um plugin em seu navegador.
Esse complemento leva à máquina uma série de anúncios indesejados e pode coletar informações pessoais e dados bancários, enviando até mesmo as senhas digitadas para qualquer servidor determinado pelo hacker.
Por enquanto, o link só está sendo espalhado em inglês, mas não deve demorar até que adaptações apareçam, inclusive em português. Por isso, fique atento: caso você encontre em sua página alguma notícia que pareça surpreendente demais, não clique no link imediatamente. Procure a informação diretamente em portais de notícias. Se grandes noticiários internacionais ainda não falarem sobre o assunto, pode ter certeza que aquele link misterioso não vai trazer informações em primeira mão.

Cliquei... e agora?

Caso você já tenha caído no golpe, não se desespere: vá até a lista de permissões no painel de configurações do Facebook e retire todos os sistemas desconhecidos. Em seguida, desinstale qualquer plug-in existente em seu navegador ou programa instalado sem autorização em sua máquina. Se for preciso, troque a página inicial nas configurações do browser. Como garantia, elimine o atalho de seu navegador existente em barras de tarefas ou desktop e, por fim, faça uma varredura com um antivírus (clique aqui para fazer o download).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...