Banner

Saudação

Sejam Bem-Vindos! Hoje é

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

[ OPERAÇÃO FIM DE ANO: 2013] CONTAGEM REGRESSIVA ▬ FALTANDO APENAS MENOS DE 1 HORA PARA 2014


[ OPERAÇÃO FIM DE ANO: 2013] CONTAGEM REGRESSIVA ▬ FALTANDO APENAS 3 HORAS PARA 2014


Daqui a Pouco Muitas Surpresas aqui, fique atento

FELIZ 2014

O que virá em 2014 no Mundo da Tecnologia?

Erro 404: o que virá em 2014?

Mais um ano que chega ao fim. 2013 foi um ano sem muitas emoções, porque todos estavam mais preocupados em esperar pela Copa do Mundo de 2014 do que em comemorar o fato de o mundo não ter acabado em 2012. Mas, para o mundo da tecnologia, muita coisa aconteceu — tivemos o lançamento de vários produtos legais, algumas pequenas revoluções e também muitas atualizações interessantes.
Em resumo: o iPhone ficou mais rápido, o Samsung Galaxy S4 ficou mais potente, a câmera do Lumia melhorou, o Android ficou mais leve e a Google continua com a liderança em todo o mercado da internet. O Facebook deixou de ser gratuito e o Orkut voltou a dominar o mercado de redes sociais — OK, isso é mentira! E, sempre que um ano chega ao fim, nós fazemos as previsões do que virá no futuro.
SÓ QUE NÓS ESTAMOS NO ERRO 404! Por essa razão, nossas previsões serão pautadas em algo muito mais legal: o humor brasileiro. Aquele humor de raiz, humor-arte. Sabe do que estamos falando? É uma mistura de piada dos “Trapalhões” com anedota da “Praça É Nossa”. Ficou curioso? Então vamos às previsões que vocês tanto esperavam — por favor, façam o estagiário feliz e não discordem disso.

Celulares: as tendências do verão

Você já sabe como os smartphones serão no ano que vem, não é mesmo? Eles vão ser mais finos, mesmo sem perder a qualidade e a resistência — se as coisas continuarem como estão, até 2023 os aparelhos vão ocupar espaço negativo nos nossos bolsos. Também terão muito mais poder de processamento — o dobro na CPU e até 64x na GPU, tudo isso sem aumentar o consumo de energia elétrica.
Erro 404: o que virá em 2014?Mais fino, mais rápido, mais barato, mais... (Fonte da imagem: ThinkStock)
No ramo dos sistemas operacionais, o foco das desenvolvedoras vai ser ultrapassar as marcas incríveis que já foram atingidas até o momento. O Android vai chegar ao número de 2 bilhões de aplicativos disponíveis (talvez eles só repliquem todos os que já existem), enquanto a App Store do iOS vai chegar aos 5 trilhões de downloads. E para o Windows Phone? Bem, já tem Instagram, né!?

Computadores cada dia mais Ultra

Se o seu notebook está lento, lembre-se que em 2014 ele vai ficar mais rápido. OK, isso só vai acontecer se você trocar por um modelo mais avançado. Os notebooks a serem lançados no mercado devem contar com novidades bem interessantes. Sem a necessidade de drives de leitura óptica, eles também devem seguir a tendência e ficar cada vez mais finos e leves.
Erro 404: o que virá em 2014?Quantos vão perceber que isso não é um computador? (Fonte da imagem: iStock)
Mas você já sabe de tudo isso. “E qual a novidade então, Tecmundo?”. A novidade está no fato de que as estrelas que formam a constelação de Capricórnio estarão alinhadas com Marte durante o mês de junho e isso significa... Absolutamente nada. É verdade, não são esperadas grandes revoluções para o mercado de notebooks no próximo ano! Tudo o que devemos ter são componentes de hardware mais poderosos.
Isso vale também para os desktops, que vão ganhar placas de vídeo mais fortes e econômicas, processadores mais fortes e econômicos, pentes de memória mais potentes e econômicos. Respondendo à dúvida que vocês querem saber: esses computadores podem, sim, executar Crysis no máximo das configurações gráficas.

E os acessórios vestíveis?

Será que Google Glass finalmente vai chegar para os consumidores? O relógio inteligente da Apple vai fugir do mundo dos rumores para que possa ser comprado pelos fãs da marca da Maçã? Teremos a invasão de acessórios vestíveis no mercado da tecnologia? As pessoas vão descobrir que a Aline é a verdadeira vilã da novela? A resposta é “sim” — agora você só precisa adivinhar para quais perguntas.
Erro 404: o que virá em 2014?
(Fonte da imagem: Divulgação/Google)

Mas o que realmente gostaríamos de ver no mercado?

Jet-packs, cara! O que nós sempre queremos são jet-packs! Ou vai dizer que você não gostaria de sair voando por aí com uma mochila maneira? Você não consegue ver vantagens para esse tipo de tecnologia? Então confira um rápido apanhado de vantagens que nós preparamos para vocês:
  • É um jet-pack
  • É voador
  • Tem estilo
  • Impressiona as garotas
  • Em caso de chuva, permite voar acima das nuvens e não se molhar
  • Em caso de sol, permite tomar ventinho no rosto
  • Em caso de tédio, permite diversão sem limites
  • Em caso de pressa, permite altas velocidades
  • Em caso de trânsito, permite voar sobre o congestionamento
  • Em caso de suspeita de dengue, um médico deverá ser consultado
  • Agrega valor ao camarote
  • Custará menos que os novos video games
  • Tem suporte a MP3
.....
 Algumas das informações publicadas aqui são fictícias, ou seja, não correspondem à realidade.


Fonte: 
http://www.tecmundo.com.br


####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:


####################################################

Google trabalha com a Audi para colocar Android nos carros

O Android é otimizado para smartphones e tablets, mas isso não o impede de ser usado em vários outros tipos de dispositivos. Tem notebook com Android, relógio com Android, TV com Android, câmera fotográfica com Android e até geladeira com Android. E, caso o mais recente rumor seja confirmado, em breve os carros da Audi também rodarão o sistema operacional do robô verde.
A informação vem das fontes do Wall Street Journal, que afirmam que Google e Audi planejam anunciar sistemas automotivos de entretenimento e informação baseados no Android. O projeto também contaria com a ajuda de fabricantes de hardware, como a Nvidia, sendo parte de um plano para tornar o Android uma tecnologia importante para novos carros.
audi-r8
Ainda não há muitos detalhes; se tudo der certo, as informações oficiais devem ser reveladas na semana que vem durante a CES 2014, em Las Vegas. O Wall Street Journal diz que a novidade vai “permitir que motoristas e passageiros tenham acesso a música, navegação, aplicativos e serviços que são similares aos encontrados amplamente hoje em smartphones com Android”.
Se você está com uma sensação de déjà vu, não está sozinho: a Apple anunciou em junho,durante a WWDC 2013, o iOS in the Car, que permitirá aos fabricantes de carros adicionarem funcionalidades do iOS em seus veículos, como informações de satélite, controle de ligações e mensagens de texto, música e o assistente de voz Siri. Várias empresas se mostraram interessadas, como a Honda, Toyota, Nissan, Hyundai, Chevrolet e a própria Audi.




####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:

####################################################

Como funcionam os chips de segurança dos cartões de crédito? [infográfico]

Infográfico - Como funcionam os chips de segurança dos cartões de crédito? [infográfico]

Eles estão em nossos bolsos e são essenciais em quase todas as compras. Seja para um saque no caixa eletrônico ou para adquirir um produto no crédito, os chips dos cartões garantem segurança e rapidez em nosso dia a dia.
Esses pequenos objetos são tão comuns que, às vezes, nem pensamos sobre a tecnologia que existe no interior deles. Felizmente, o leitor Rafael Soto tinha uma dúvida sobre o funcionamento desses chips e nos mandou um email.
Motivados a trazer esta informação em primeira mão, resolvemos criar um infográfico sobre o assunto. Hoje, vamos falar sobre os principais componentes do chip do cartão de crédito e comentar, de forma resumida, como funciona uma transação.

Por dentro do chip

O chip do cartão de crédito não é apenas um item superficial. A verdade é que, abaixo dos contatos metálicos (dourados ou prateados), há uma série de componentes eletrônicos que possibilitam realizar as operações bancárias e transações durante uma compra.
A parte superior do chip serve basicamente para garantir o contato entre o processador e a memória interna do chip e o sistema da máquina (o terminal de pagamento). Cada seção deste chip tem uma função específica (tensão, frequência, reset), mas apenas uma delas serve para transmitir os dados. Todo o funcionamento desses dispositivos é baseado na ISO 7816.
Como funcionam os chips de segurança dos cartões de crédito? [infográfico] (Fonte da imagem: Reprodução/NPR)
Abaixo do chip, há o substrato de silício, que conta com trilhas e componentes eletrônicos. Como estamos tratando de um cartão de crédito, é presumível que esse tipo de componente exija alta segurança, portanto esse modelo de cartão traz um processador e alguns módulos de memória (eles podem ser ROM, PROM, EPROM, EEPROM e RAM).
Geralmente, o módulo ROM (ou PROM) guarda as informações do cartão, e há pelo menos mais um módulo (geralmente do tipo RAM) para auxiliar durante as transações. A memória EEPROM também é comum, mas não são atribuídas informações vitais a este componente, visto que ele pode ser explorado por criminosos fraudulentos.
O sinal de frequência no chip geralmente é de 4,92 MHz, mas em alguns cartões ele é de 3,57 MHz. Esse clock é necessário como referência para o link de comunicação.

Como funciona uma transação

Ao inserir seu cartão em um terminal (o qual fará a ponte entre o cartão e a administradora), o cartão verifica o tipo de transação, o estabelecimento (ele deve estar registrado e autorizado), o tipo da conexão (que deve obedecer a uma série de protocolos de segurança) e o valor da compra. Uma vez conferido todos esses detalhes, o cartão pode transmitir as informações.
Como funcionam os chips de segurança dos cartões de crédito? [infográfico] (Fonte da imagem: Reprodução/9ori)
O terminal também verifica uma série de informações antes de liberar a troca de dados com a administradora do cartão. É preciso verificar o tipo de cartão, a data de validade, o nome do comprador e outros detalhes básicos para que a transação possa ser inicializada. Uma vez conferidos esses dados, o terminal libera o teclado para que o consumidor digite a senha.
Após informar o código secreto correto, a transação é iniciada e a administradora vai conferir os dados do cartão. É preciso verificar tipo de conexão, o número do cartão, o local onde a compra está sendo realizada, instituição emissora e algumas outras informações. Por fim, basta checar o limite disponível e, finalmente, autorizar a compra. Esse processo leva poucos segundos.

Novos cartões vêm aí

Em um futuro não muito distante, os cartões com chip devem cair em desuso, dando espaço aos modelos sem contato do tipo RFID e NFC. Esses novos cartões são mais avançados, não exigindo uma fonte de energia e garantindo o pagamento à distância.
Como funcionam os chips de segurança dos cartões de crédito? [infográfico] (Fonte da imagem: Reprodução/Soppelsa)
No cartão com tecnologia RFID (identificação por radiofrequência), os dados são armazenados em um chip que pode trocar informações com máquinas de acesso remoto a alguns centímetros de distância. Você nem precisa tirar o cartão de crédito da carteira.
Já o cartão com tecnologia NFC (comunicação de campo próximo) garante a troca de dados sem que seja necessário inserir ou passar o cartão na máquina. A diferença é que o NFC tem alcance menor, sendo preciso aproximar o chip do terminal de pagamento. Esta tecnologia é considerada mais segura.
Bom, esperamos que o infográfico tenha sido esclarecedor. Se você tem mais dúvidas sobre o funcionamento de outros dispositivos eletrônicos, mande suas sugestões para nós e, quem sabe, faremos um artigo sobre o assunto. Até a próxima!


Fonte: 
http://www.tecmundo.com.br

####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:


####################################################

Seu próximo smartphone poderá ter 4 GB de memória DDR4 da Samsung

O mundo está curtindo os últimos dias do ano, mas os engenheiros da Samsung continuam na briga por números cada vez maiores nas especificações técnicas dos celulares. A Samsung anunciou hoje que conseguiu desenvolver o primeiro chip de memória LPDDR4 com capacidade de 8 gigabits. O componente vai permitir que a próxima geração de smartphones caros tenha até 4 GB de RAM.
Os novos chips de RAM de 8 gigabits da Samsung são baseados em LPDDR4, o que na teoria significa maior desempenho e melhor eficiência energética. A Samsung afirma que eles oferecem 50% mais desempenho que os chips LPDDR3 mais rápidos do mercado, mesmo trabalhando a 1,1 volts e consumindo 40% menos energia.
samsung-mobile-ddr4
Combinando quatro chips de 8 gigabits, será possível ter um módulo de 4 GB, mais que os 3 GB atualmente encontrados no Galaxy Note 3. De acordo com a fabricante sul-coreana, o chip de alta densidade estará disponível no mercado em meados de 2014. Não é preciso pensar muito para especular que o próximo topo de linha da Samsung (Galaxy S5?) tenha tudo isso de RAM.
Mas para que serve tanta RAM em um dispositivo móvel? Além da melhoria no desempenho ao executar vários aplicativos ao mesmo tempo, a Samsung diz que vai focar em notebooks ultra-finos, tablets e smartphones de tela grande com resolução 4K. Portanto, espere por aparelhos com displays de altíssima definição chegando ao mercado no próximo ano.




####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:

####################################################

Samsung começa a vender "TV 4K de 110"



No começo do ano a Samsung prometeu colocar à venda um televisor ultra HD com 110 polegadas. Na época, a empresa lançava uma já enorme TV de 85” e, pelo visto, não estava brincando quanto aos tamanhos que ainda apresentaria.
A empresa anunciou que começará a vender nesta segunda-feira, 30, o aparelho 4K de 2,6 metros de largura por 1,8m de altura. Inicialmente ele estará disponível na China, Oriente Médio e Europa.
Nenhuma palavra foi dita sobre o valor, mas a de 85”, quando lançada, custava nada menos que US$ 38 mil.





####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:

####################################################

LG G3 também deve ser lançado com tela de resolução 2K

LG G3 também deve ser lançado com tela de resolução 2K

Depois de informações sobre a possível tela com resolução 2K ou Quad-HD do Galaxy S5, rumores sobre um LG G3 com tela com as mesmas características começaram a circular pela internet. O aparelho da LG teria resolução de 2560x1440, exatamente os mesmos números dos rumores sobre o GS5. Com isso, as duas gigantes coreanas estariam competindo de perto nesse segmento de smartphones com altíssima resolução. Ainda assim, os detalhes vazados sobre o próximo top de linha da LG não especificam o tamanho da tela em polegadas.
Mesmo com essa dúvida, é possível inferir que esse possível G3 da LG contaria com um display de 5,5’’, sendo que a fabricante apresentou uma tela desse tamanho com resolução 2K em agosto deste ano em caráter de teste.
O novo top de linha da LG, apesar de competir em resolução de tela com a rival conterrânea, será lançado bem depois do que é esperado para o Galaxy S5. Acredita-se que o modelo da Samsung seja apresentado já em fevereiro, antes da MWC 2014, para chegar às prateleiras em março. O G3, por sua vez, deve aparecer no mercado apenas na segunda metade do ano que vem.

Especificações esperadas para o LG G3

  • Tela: tecnologia indefinida, mas com resolução 2560x1440 (2K ou Q-HD) e 5,5’’
  • Processador: octa-core de 2,2 GHz de fabricação própria da LG – LG Odin
  • Câmera: 16 MP (traseira)


Fonte: 
http://www.tecmundo.com.br

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Além de Apple e Samsung: há espaço para outras fabricantes crescerem?

Além de Apple e Samsung: há espaço para outras fabricantes crescerem?

A década de 2010 já está chegando quase na metade. E, pelo menos no mercado de tecnologia, o ano de 2014 vai começar da mesma forma que os últimos: com a Apple e a Samsung brigando pelos melhores postos no mercado internacional. Mas onde estão as outras empresas que fizeram parte da história na década passada? Onde estão as fabricantes que eram líderes indiscutíveis?
Várias delas viram a Apple voltando a arrebatar fãs com a Era Portátil, ao mesmo tempo em que viram a Samsung conquistar terreno em diversas frentes — que partem desde o segmento de smartphones e vão até o mundo dos televisores, passando por diversas outras prateleiras das lojas de eletrônicos; sem citar os investimentos em tecnologia naval e muitos outros ramos, por exemplo.
Será que isso vai continuar dessa forma por muito tempo? Será que ainda há espaço para outras fabricantes crescerem — ou voltarem a ser grandes? Encontrar a resposta exata para isso é difícil, mas podemos fazer algumas análises bem interessantes para tentar encontrar uma previsão bem embasada. Está curioso para saber como isso pode acontecer? Então confira agora mesmo as nossas impressões.

Aviso às concorrentes: o mercado está dominado

Em 2007, a Apple colocou a primeira geração dos iPhones no mercado norte-americano. Aquele não era o primeiro smartphone da história, mas foi o primeiro a fazer com que os consumidores realmente pensassem que os celulares comuns deveriam ter funções diferentes. Em 2010, a empresa fez o mesmo com os tablets, pois mostrou o iPad e fez com que muitos quisessem um novo tipo de tecnologia.
Além de Apple e Samsung: há espaço para outras fabricantes crescerem? (Fonte da imagem: Divulgação/Apple)
Mesmo não “inventando segmentos”, a empresa de Cupertino é conhecida por reconhecer bons momentos no mercado e também por fazer com que os consumidores percebam as novas necessidades. Foi dessa forma que ela conseguiu atingir a liderança do mercado de smartphones e permanecer lá por vários anos. Até que uma outra empresa mostrou que também era capaz de se adaptar a diferentes momentos.

Samsung: o poder da variedade

Não é raro encontrarmos pessoas que julgam que a Apple é uma empresa elitista. Isso se dá, principalmente, pelos preços que são cobrados por cada um dos aparelhos vendidos por ela. Mas será que isso é verdade? Pois a Samsung possui aparelhos no mercado que custam os mesmos preços dos da Apple, tendo ainda opções que podem ultrapassar esses valores. A diferença está na variedade.
Além de Apple e Samsung: há espaço para outras fabricantes crescerem? (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)
Enquanto a Apple coloca apenas aparelhos de alto desempenho no mercado, a Samsung vai além e mostra que pode trabalhar em diversas faixas de preço. Há smartphones que custam menos de R$ 400 e há alguns que passam dos R$ 2.000. Há tablets com preços diferentes e isso se aplica também a quase todos os mercados em que a empresa coreana atua.
Com isso, a Samsung chegou a números impressionantes no ano de 2013. Como mostra o Daily Mail, se analisarmos os smartphones (somando os aparelhos básicos, intermediários e também os tops de linha), ela chegou ao total de 30,4% dos consumidores — contra 13,1% da Apple.

Consolidação total

Tendo capital suficiente para arriscar, a empresa coreana conseguiu chegar aos consumidores de todas as faixas de poder aquisitivo. Ao mesmo tempo, a norte-americana criou uma base de fãs muito bem consolidada. Pode-se dizer que nos últimos anos elas se enfrentaram em um patamar a que outras fabricantes ainda não conseguem chegar. E isso só tende a aumentar. Não é exagero dizer que as duas praticamente fecharam os olhos dos consumidores para outras marcas.

Mas quem corre por fora?

Você já está cansado de saber que Apple e Samsung são as principais empresas fabricantes de smartphones do mundo. Mas quais seriam as outras fabricantes que merecem atenção? Aliás, será que elas existem? Sim, existem. Depois de perder o mercado de celulares para as concorrentes, a Nokia volta a crescer nessa área, sendo impulsionada pela boa aceitação do Windows Phone — principalmente por criar um ecossistema entre computadores e portáteis.
Não somente a Nokia merece atenção, mas também várias outras que investem no mercado Android — o mesmo que vê 63% de seus aparelhos sendo fabricados pela Samsung. Um estudo do Localytics mostra que todas as outras fabricantes de relevância aparecem com porcentagens semelhantes no cenário internacional.
Além de Apple e Samsung: há espaço para outras fabricantes crescerem?LG G2: para muitos o melhor da categoria (Fonte da imagem: Divulgação/LG)
Em novembro de 2013, a segunda colocação do segmento de portáteis com Android estava nas mãos da HTC (6,5%) — que é responsável por um dos aparelhos mais elogiados de todos os tempos, o HTC One. Em seguida aparece a LG (5,9%), que mesmo com o LG G2 — considerado o smartphone do ano por várias publicações internacionais — está tendo vendas inferiores ao que era planejado, como mostra o Phandroid.
Outra empresa que pode ser citada é a Sony (5,6%), que ainda não conseguiu emplacar um aparelho no mercado, mesmo mostrando bons resultados com o Z1 em 2013. Por fim, a Motorola (5%) também fica bem atrás da Samsung. A empresa é controlada pela Google e lançou recentemente os dispositivos Moto X e Moto G, com potência e preços atraentes, mas fica longe de ser uma líder no mercado.

Produtos bons, vendas fracas

Todos os aparelhos que acabaram de ser citados são excelentes. Todos conseguiram arrancar elogios em críticas especializadas por todo o mundo, e em muitos momentos eles superaram o Samsung Galaxy S4 e também o iPhone 5S. Mas por que será que eles não conseguem chegar ao topo dos rankings de vendas internacionais? O motivo pode ser muito mais relacionado à psicologia do consumo do que ao produto em si.
Ao longo dos anos, a Samsung e a Apple conseguiram consolidar suas marcas no cenário global, criando uma relação de extrema confiança entre empresas e consumidores. Por essa razão, na grande maioria dos casos estas marcas acabam sendo as primeiras a serem lembradas na hora da aquisição de um novo aparelho.
Além de Apple e Samsung: há espaço para outras fabricantes crescerem?Nokia ainda corre por fora no mercado (Fonte da imagem: Divulgação/Nokia)
Ao confrontar dois aparelhos de iguais capacidades e preço similar, é bem provável que o comprador escolha a marca que já possui mais credibilidade no mercado — antes era a Nokia, hoje é a Samsung. É confortável optar por uma marca que já tenha uma grande base de clientes, assim como é confortável seguir as tendências — arriscar sempre pode causar alguns medos.
Por mais que consumidores leiam opiniões diversas e positivas sobre os aparelhos de outras fabricantes, na hora da compra a “primeira imagem” — aquele primeiro nome que é pensado na hora de escolher um dispositivo — ainda pesa bastante. Com essa consolidação das marcas, fica difícil fazer com que um consumidor mude de ideia. O marketing é um grande aliado quando bem utilizado.

Previsões de um futuro diferente?

Com base no que acabamos de dizer, a Nokia pode voltar a despontar no mercado em alguns anos. Ela possui uma grande base de fãs pelo que fez na época dos “dumbphones”, e com o Windows Phone conseguiu recuperar um pouco do que havia perdido quanto insistiu em investir no Symbian. É difícil que a empresa supere Samsung e Apple, mas é fato que a Nokia ainda respira.
Quanto às outras empresas mencionadas aqui, a previsão é de um futuro não muito diferente do que temos agora. A HTC deve permanecer sendo uma empresa paralela para consumidores exigentes que se preocupam muito mais com desempenho do que com a marca dos aparelhos. Sony ainda não vê nos portáteis o principal mercado em que atua.
Além de Apple e Samsung: há espaço para outras fabricantes crescerem?Será que ainda há para onde crescer? (Fonte da imagem: iStock)

As empresas que mais possuem chances de chegar ao pódio são Motorola e LG. Para que isso aconteça, elas precisam continuar fabricando aparelhos de altíssima qualidade (da mesma forma que fizeram em 2013) e com preços interessantes. Se isso acontecer, é possível que os consumidores passem a ver os smartphones dessas marcas como opções interessantes aos aparelhos das fabricantes mais populares.
De outra forma, a Samsung e a Apple nem ao menos precisariam se dar ao trabalho de inovar em seus aparelhos. Apenas a renovação das linhas poderia mantê-las no topo do mercado. A sorte dos consumidores é que as fabricantes sabem que é preciso mudar. Respondendo ao título do artigo: “Há espaço para outras fabricantes crescerem?” Sim, há! Só que ele está já sendo tomado, principalmente pela Samsung.


Fonte: 
http://www.tecmundo.com.br

####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:

####################################################

sábado, 28 de dezembro de 2013

Vazam primeiras especificações de hardware do Galaxy S5

galaxy s5

À medida que o próximo ano se aproxima, mais expectativas são criadas em torno do próximo smartphone topo de linha da Samsung, o Galaxy S5. Esperado para ser anunciado já no próximo mês, o Galaxy S5 teria suas especificações de hardware vazadas por um site chinês especializado em benchmarks, o AnTuTu.
De acordo com o site, que possui uma vasta base de dados com especificações dos mais diversos tipos de dispositivos, é "praticamente certo" que os dados listados referem-se à versão internacional do dispositivo. O mais surpreendente é que, ao contrário do que foi especulado anteriormente, o Galaxy S5 foi listado com um modesto display Full HD de 1920x1080 pixels. Mas é altamente provável que a Samsung ainda não tenha à sua disposição os displays QHD de 2650x1440 pixels que devem acompanhar o aparelho e por isso tenha resolvido testá-lo utilizando um display 1080p padrão.
O portal SamMobile analisou os demais dados que confirmariam os rumores que surgiram anteriormente: o Galaxy S5 viria com um processador Snapdragon 800 de 2,5 GHz, 3 GB de memória RAM, câmera traseira de 16 megapixels, câmera frontal de 2 megapixels e Android 4.4 KitKat.
Especificações do Galaxy S5 vazadas pelo site chinês especiliazado em benchmark, o AnTuTu
Especificações do Galaxy S5 vazadas pelo site chinês especializado em benchmark, o AnTuTu
Ainda não se sabe se o novo Galaxy S5 realmente virá acompanhado de carcaça metálica, se será resistente a água e poeira e se contará com scanner de retina e leitor de impressões digitais para desbloqueio da tela. Talvez tudo isso só seja revelado durante o lançamento do dispositivo que, supostamente, está agendado para ocorrer durante a Mobile World Congress 2014, que acontecerá no fim de fevereiro do próximo ano em Barcelona, Espanha.


Fonte: http://canaltech.com.br



####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:


####################################################

Microsoft dá 20GB de armazenamento no SkyDrive para usuários do Windows Phone

skydrivre


A Microsoft anunciou nos últimos dias um ótimo presente de Natal para os donos de um aparelho Windows Phone. Trata-se de 20GB de armazenamento no SkyDrive gratuitos, por um ano.
A novidade foi divulgada por e-mail para as contas cadastradas no serviço. O armazenamento promocional é quase o triplo do oferecido gratuitamente a todos os clientes (7GB).

Oferta no SkyDrive

Os interessados na oferta deverão clicar no link enviado por e-mail e fazer o resgate até 31 de janeiro de 2014. 
Vale lembrar que a Microsoft tem investido fortemente no SkyDrive para aumentar sua base de usuários. Exemplo disso é o armazenamento gratuito de 200GB que é dado para quem adquirir um Surface 2 ou Surface Pro 2, por dois anos.


Fonte: 
 http://canalte.ch


####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:


####################################################

Vazam algumas especificações de um possível LG G2 Mini

LG Optimus G2 Pro

Há mais de um mês já existem rumores de um possível LG G2 Mini. E agora novas informações apontam um novo smartphone da gigante sul-coreana a ser apresentado na CES2014, provavelmente.
O aparelho foi visto no site de benchmarking GFX, e tem o codinome LG-D410. Vem com um processador Snapdragon 400 quad-core de 1.2 GHz. Inicialmente acreditava-se que a tela teria 4.7 polegadas, mas agora tudo aponta que terá 4.3, com resolução de 540x960 qHD. E o sistema operacional será o novo Android 4.4 KitKat.
LG G2 Mini
Claro que com essas especificações, o aparelho não chegará nem perto do LG G2, mas deve ser um aparelho interessante. Agora temos que esperar a chegada da CES2014 em Las Vegas para saber se os boatos se confirmarão.


Fonte: http://canaltech.com.br




####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:

####################################################

'A missão já está cumprida. Eu venci', revela Edward Snowden

Edward Snowden

Em sua primeira entrevista pessoalmente após ter sido asilado na Rússia, em junho deste ano, Edward Snowden afirmou ao jornal The Washington Post que considera "missão cumprida" todo o debate gerado pela divulgação dos documentos secretos que comprovam um esquema de ciberespionagem comandado pelo governo norte-americano.
"Para mim, em termos de satisfação pessoal, a missão já está cumprida. Eu já venci. A partir do momento que os jornalistas puderam trabalhar, tudo o que eu havia tentado fazer foi validado. Porque, lembrem, eu não queria mudar a sociedade. Eu quis dar à sociedade a chance de decidir se ela deveria mudar a si mesma. Tudo o que eu quis foi que o público pudesse dizer como quer ser governado", disse.
O ex-técnico da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA) declarou que não podia ficar calado ao perceber que um poderoso sistema de vigilância em massa agia livremente contra usuários de vários países no mundo. Snowden revelou que a maioria dos funcionários da NSA acreditam na missão da agência e em como ela lida com os dados coletados de cidadãos comuns. No entanto, notou que nem todos os profissionais aceitavam essas operações de monitoramento, e que foi uma decisão dos legisladores manter em sigilo os programas de espionagem da NSA.
"Você reconhece que está agindo no escuro [Snowden não sabia se teria apoio do público], mas quando você conclui que a outra alternativa é não fazer nada percebe que ter algum debate é melhor que nenhum (...). Acho que o custo de um debate público franco sobre os poderes de nosso governo é menor que o suposto perigo por permitir que estes poderes continuem crescendo em segredo", explicou.
Além disso, Snowden se defende das acusações de que teria traído seu país de origem, os Estados Unidos, e diz que muitas pessoas confundem seu verdadeiro propósito. "Não tento derrubar a NSA, trabalho para melhorar a NSA. Ainda hoje estou trabalhando para a NSA. Eles são os únicos que ainda não percebem isso", disse. Ele também alega que não entregou arquivos secretos a países como Rússia e China – o ex-técnico teria copiado até 1,7 milhões de documentos e teria deixado um mecanismo remoto de divulgação de todo o conteúdo caso seja capturado, pelo menos de acordo com o novo diretor da NSA, Rick Ledgett.
"Não há nenhuma evidência da acusação que tenho lealdade à Rússia ou à China ou a qualquer outro país em vez dos Estados Unidos. Não tenho relação com o governo russo. Não alcancei nenhum acordo com eles", acrescentou.

Vida Pessoal
Edward Snowden

Desde que se mudou para a Rússia, Snowden não havia dado informações de como tem sido o seu dia a dia no país. A reportagem do Wall Street Journal descreve o ex-técnico como "um homem relutante em discutir detalhes de sua vida pessoal". Ele afirma que vive comendo miojo e batatas fritas, e que recebe visitantes que lhe trazem livros, além de ter acesso contínuo à internet e contato diário com jornalistas e advogados.
"Sempre foi muito difícil me fazer sair de casa. Eu simplesmente não tenho muitas necessidades. Ocasionalmente há coisas para fazer, coisas para ver, pessoas para encontrar, tarefas para cumprir. Mas tem que ser algo bem objetivado, você sabe. Caso contrário, contanto que eu possa sentar, pensar, escrever e falar com alguém, isso é mais importante que ir para fora de casa", disse.
Snowden também voltou a afirmar que a privacidade é um direito universal aplicável a todos os usuários, independentemente do cargo ou posição social. "Eu não me importo se você é o Papa ou o Osama Bin Laden. Desde que haja uma causa individual, articulável, provável para colocar essas pessoas na mira da agência de inteligência, tudo bem. Não acho que pedir um argumento provável seja impor um fardo ridículo", disse.

No Brasil
Antes de falar com o Wall Street Journal, Edward Snowden concedeu uma entrevista no último domingo (22) para o programa Fantástico, da Rede Globo. Por e-mail, ele declarou que aceitaria de imediato um convite para ir ao Brasil caso recebesse uma oferta oficial de asilo, mas rejeitaria a proposta se fosse em troca de informações sobre a espionagem norte-americana.
"Se o governo brasileiro quiser defender os direitos humanos, será uma honra para mim fazer parte disso", disse. "Eu nunca vou trocar informações por asilo, e também não acredito que o governo brasileiro faria isso. Uma concessão de asilo deve sempre ser uma decisão puramente humanitária, e a carta foi bastante clara a esse respeito: eu nunca vou cooperar com ninguém fora do devido sistema legal".
Na semana passada, Snowden publicou uma carta aberta ao público brasileiro se colocando à disposição do governo nacional para ajudar nas investigações de vigilância contra os usuários do nosso país. O ex-funcionário da NSA alega que o objetivo da mensagem era explicar por que as questões de monitoramento contra o Brasil são importantes e que é preciso "encorajar o povo a seguir no seu esforço para defender o seu direito a privacidade".
A possibilidade de asilo a Snowden está sendo discutida pela presidente Dilma Rousseff, mas segundo interlocutores próximos a ela, o país dificilmente aceitaria o pedido do ex-técnico americano.
"Eu não acho que o governo brasileiro tem que se manifestar sobre algo de um indivíduo que não deixa claro, não dirigiu nada para nós", afirmou Dilma, em um café da manhã com jornalistas que cobrem assuntos da Presidência. "A nós, não foi encaminhado nada, e eu me dou completamente o direito de não me manifestar sobre o que não foi encaminhado. Vou me manifestar como? Não me encaminharam nada, não me pediram nada, e mais do que isso, eu não interpreto cartas de ninguém, não é minha missão", acrescentou.


Fonte: 
http://canaltech.com.br


####################################################
Confira Agora Nossas Redes Sociais:

####################################################
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...